Carta ao Meu Irmão Luizinho



Meu irmão Luizinho, na próxima Sexta-Feira da Paixão (29/03/2013) você será ordenado ao sagrado ministério pastoral. Como irmão e admirador seu, estou muito feliz e orgulhoso por este feito que se realizará em breve. Se bem que você já está na ativa por quatro anos pastoreando a sua segunda congregação como evangelista e recentemente se formou em Teologia.

Louvo ao Bom Pastor por ter te escolhido para tamanha e privilegiada vocação. Lembro-me quando nossa saudosa mãe desejava ardentemente que nós, filhos, fôssemos ministros do Evangelho. Foi então, que no dia 07 de janeiro de 2007, pela graça de Deus, fui ordenado ao ministério pastoral e no dia 07 julho de 2010 foi a vez do nosso irmão Irair ser ordenado. Depois do dia 29/03 ficará faltando somente o nosso irmão mais velho: Sardinha.

Gostaria de lhe dizer o quanto o ministério pastoral é árduo. A tarefa é constituída por vários desafios. Nele atravessamos desertos, escalamos montanhas, enfrentamos ventos fortes e contrários, descemos ao mais profundo do vale, contudo, temos a garantia de que a presença de Jesus é contínua em nossas vidas e ministério, ou seja, no final seremos vitoriosos. O trabalho pastoral é intenso, porém, é gratificante e recompensador. O nosso galardão vem do próprio Deus.

Meu irmão lembre-se de que Deus não lhe cobrará quantas almas você ganhou, pois só quem pode ganhar almas é o Espírito Santo. Porém, Deus lhe cobrará o quanto você foi fiel ao pastorear as almas que Ele ganhou. Não esqueça de que a santidade e a fidelidade são mais importantes do que o “sucesso”. Seja um pastor prático, mas não pragmático. Seja um ministro em que sua vida esteja alicerçada na leitura e prática da Bíblia, na oração constante e mentoria espiritual. Aconselho que persiga veementemente a prática da pregação e ensino bíblico, da visitação e aconselhamento pastoral. Ou seja, pregue bíblica e sistematicamente as Escrituras, conheça e oriente a ovelhas de acordo com a Palavra de Deus. Assim, você terá um ministério frutífero e, fundamentalmente, fiel. Cuidado com o ativismo ministerial.

Nunca esqueça de que em sua vida você deverá colocar Deus acima das pessoas, o seu cônjuge acima dos filhos, os filhos acima dos amigos e os relacionamentos acima das coisas. Agindo assim, o seu ministério virá a reboque. Não que o ministério fique em segundo plano, mas que o mesmo depende de sua vida com Deus, com a família e os relacionamentos.

Portanto, encerro minhas palavras dizendo que a minha oração é para que o Pastor dos pastores, o Senhor Jesus, use a sua vida como instrumento de bênção na vida das ovelhas que Ele lhe confiou.

Que sua vida seja um reflexo da glória de Deus!

Nos laços do Calvário que nos une,

E nos laços sanguíneos que nos prende,

Seu irmão e admirador,

Luciano Paes Landim.

Comentários

  1. Palavra sabia! De quem saber o que é verdadeiramente o ministério pastoral, meus votos é que Deus abençoe, e continue a guiar esta família de pastores chamados e vocacionados por Deus!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentários:

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 01)