“Prefiro Morrer do Que Perder a Vida”


Não, essa frase não é minha. Quem a disse foi o Chespirito, que ontem partiu para a eternidade. Confesso que de ontem para hoje tenho pensado acerca da vida após a morte, pois, a nossa vida aqui é passageira. Sei que a frase pronunciada pelo personagem Chaves é apenas uma brincadeira, mas a importância de se meditar sobre o destino eterno é a coisa mais importante que um ser humano pode pensar.

Em vários lugares e épocas do mundo, cristãos têm sido perseguidos por causa da fé que professam em Jesus.  Muitas vezes são intimados a escolherem entre a vida e a morte. Ou seja, morrer pela causa de Cristo ou negar a Cristo. Só que aqui há um detalhe: aqueles que escolhem morrer por Cristo na verdade preferem morrer do que perder a Vida - Jesus. Ou seja, preferem morrer esta vida para viver a verdadeira vida no paraíso de glória. A verdade é que todos nós um dia enfrentaremos a morte, a não ser os que estiverem vivos no dia da vinda de Cristo (1Ts 4.17). Jesus disse em Jo 11.25: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá”. Não existe ressurreição ou vida eterna fora do Filho de Deus. Jesus nos chama para uma confiança personalizada Nele, pois somente Ele pode ressuscitar os mortos. Na verdade, temos que morrer para conhecer a verdadeira vida. Jesus também falou: “Porquanto, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por minha causa achá-la-á” (Mt 16.25). Aqui somos exortados a abandonar totalmente o nosso desejo natural de procurar o nosso próprio conforto, respeito e poder. Devemos morrer para nós mesmos e desejar ardentemente a vida em Cristo.

A minha esperança é que no dia em que eu dormir aqui na terra, eu acorde no paraíso ao lado de Jesus. Portanto, digo: prefiro morrer do que perder a Vida. E você, o que prefere?

Nos laços do Calvário que nos une,

Luciano Paes Landim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

A ORAÇÃO É A CHAVE PARA A OBRA MISSIONÁRIA