O “Mercado Gospel”

O “mercado gospel” cresce assustadoramente. Tudo isto é consequência de uma pluralidade teológica e de fundamentação extra-bíblica, abandonando a referência da boa teologia; valorização da experiência particular, em detrimento dos fatos históricos registrados nas Escrituras Sagradas. A Bíblia está sendo tratada como um livro mágico ou “psicografado” pelo Espírito Santo onde se leem através de porções da “caixinha de promessas”. Substituíram o Espírito Santo pelos recursos humanos, pela tecnologia, pela mídia, pela filosofia humanista da psicologia. Festejam uma fé sem a graça de Deus pensando que cultura religiosa substitui o poder de Deus e pensam que um ajuntamento de pessoas para um “show gospel” é considerado sinal de avivamento. Cantar e palestrar no meio cristão pode ser um bom negócio empreendedor para aqueles que não temem a Deus . Existem até cantores do mundo secular que querem entrar no “mercado gospel” por acreditarem que o mesmo é lucrativo.

A teologia bíblica foi transformada em termos psiquiátricos: pecado se tornou comportamento disfuncional, salvação é auto-estima e Jesus é mais um modelo para viver corretamente . Eles esqueceram, ou nunca souberam: pecado pode até causar disfunção, mas não é disfunção. Pecado é qualquer transgressão ou falta de conformidade com a lei de Deus. Pecado é uma afronta a Deus. Para eles, Jesus é o maior psicólogo, o maior mestre, o maior filósofo, o maior administrador, o maior líder e o maior vendedor do mundo. Eles O veem assim. É claro que somente Jesus tem total e inteiro conhecimento da mente humana e ensinou como ninguém, além de possuir toda a verdadeira sabedoria. Porém, Jesus é o Filho de Deus. O Salvador. O Senhor de todas as coisas. O Incomparável. O Primeiro e o Último. Ele é Deus. E a salvação foi conseguida de uma vez por todas somente pela obra mediadora Dele.

Nos laços do Calvário que nos une,
Rev. Luciano Paes Landim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

A ORAÇÃO É A CHAVE PARA A OBRA MISSIONÁRIA