A Salvação do Mundo em Nossas Mãos


Mt 28.19-20

Introdução:
a) Jesus completou sua obra na cruz. Prevaleceu contra o diabo e levou sobre si os nossos pecados.
b) Agora, Jesus - o Missionário por Excelência comissiona sua igreja a levar essa mensagem ao mundo inteiro.
c) O projeto de Deus é o evangelho todo, por toda a igreja, a toda criatura, em todo o mundo.
d) Pergunta: A salvação do mundo está em nossas mãos?
e) O tema será dividido em três partes: “A salvação”, “do mundo” e “em nossas mãos”.

1. A Dimensão de Missões – o Mundo (“do Mundo”):
a) Estatísticas:
 Dos 24.000 povos no mundo, 8.000 ainda não foram alcançados com o Evangelho.
 Dos 251 povos indígenas brasileiros, 118 ainda não têm missionários.
 Das 7.158 línguas do mundo, a Bíblia ainda não foi traduzida para 4.000 delas.
 Das 600.000 cidades e vilas na Índia, em 500.000 ainda não tem obreiros cristãos.
 Na China ainda existem 500.000.000 de pessoas que nunca ouviram falar de Jesus.
 Dentre as 270.000 igrejas existentes no Brasil menos de 400 delas possuem um missionário trabalhando com esses povos não alcançados (incluindo nossas tribos indígenas).
 Acredita-se que morrem 85.000 diariamente no mundo sem nunca terem ouvido falar da salvação em Jesus.
 Menos de 1% dos recursos da Igreja brasileira são investidos na obra transcultural.
 A média de investimento do crente brasileiro em missões é de apenas R$ 1,30 por ano.
 Pra se ter uma ideia, se investe mais em chicletes e balas do que missões.
b) Deus é o Deus de todas as nações, povos, etnias e línguas.
c) O Evangelho deve ser difundido entre todas as nações, e toda tribo e idioma devem escutá-lo.
d) Não nos atrevamos a descansar antes que isto seja realizado.
e) O evangelho de Cristo é o único remédio para a doença do homem.
f) O pecado é uma doença mortal.
g) O pecado é pior do que a pobreza.
h) É mais grave do que o sofrimento.
i) É mais dramático do que a própria morte.
j) Esses males todos, embora sejam tão devastadores, não podem afastar o homem de Deus: “Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus” (Rm 3.23, NTLH).
k) Não há esperança para o mundo fora do evangelho.
l) Não há salvação para o homem fora de Jesus.
m) As religiões se multiplicam, mas a religião não pode levar o homem a Deus.
n) As filosofias humanas discutem as questões da vida, mas não têm respostas que satisfazem a alma.
o) Somente Jesus salva.

2. A Mensagem de Missões – o Evangelho (“a Salvação”):
a) A morte e ressurreição de Cristo é a essência do Evangelho.
b) Devemos pregar arrependimento e expiação dos pecados.
c) O missionário não deve pregar os seus próprios pensamentos, mas os pensamentos de Deus.
d) O missionário não deve confiar em si mesmo, mas no Espírito Santo.
e) O missionário tem uma mensagem do coração de Deus, revelada e escrita na Bíblia.
f) Não podemos nos calar nem nos omitir.
g) Se o ímpio morrer na sua impiedade, sem ouvir o evangelho, Deus vai requerer de nós, o sangue desse ímpio.
h) Jesus Cristo, o Filho de Deus, morreu na cruz, pelos nossos pecados, há dois mil anos e, ainda, quase a metade do mundo, não sabe dessa boa notícia.
i) O que nos falta não é comissionamento, mas obediência.
j) O que nos falta não é método, mas disposição.
k) Encontramos o Salvador e não proclamamos isso aos pecadores.
l) Precisamos erguer nossos olhos e ver os campos brancos para a ceifa.
m) Precisamos estar comprometidos com missões, e não apenas envolvidos.
n) Ilustração: O Porco e a Galinha.

3. O Método de Missões – Pregação (“em Nossas Mãos”):
a) Paulo diz em 1Co 1.21: “Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a Deus salvar os que crêem pela loucura da pregação.”
b) Paulo também diz em Rm 10.17: “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo.”
c) A nossa missão é pregar as boas novas de grande alegria, a qual destina-se a todos.
d) O mesmo Deus que nos alcançou com a salvação, comissiona-nos a proclamar a salvação pela graça mediante a fé em Cristo.
e) Todo alcançado é um enviado.
f) Deus nos salvou do mundo e nos envia de volta ao mundo, como embaixadores do seu reino.
g) Jesus disse para seus discípulos que assim como o Pai o havia enviado, também os enviava ao mundo.
h) Jesus não trovejou do céu palavras de salvação; ele desceu até nós.
i) Não são os pecadores que vêm à igreja, mas é a igreja que vai aos pecadores.
j) Deus tirou a igreja do mundo (no sentido ético) e a enviou de volta ao mundo (no sentido geográfico).
k) Não podemos nos esconder, confortavelmente, dentro dos nossos templos.
l) Precisamos sair e ir lá fora, onde os pecadores estão.
m) Não evangelizar é um pecado de negligência e omissão.
n) Na verdade, é uma conspiração contra uma ordem expressa de Deus.
o) Como evangelizar? Rm 3.23; 6.23; 5.8 e 10.9.

Conclusão:
a) O mundo precisa de Cristo; precisa do evangelho.
b) Chegou a hora da igreja se levantar, no poder do Espírito Santo e proclamar que Cristo é o Pão do céu para os famintos, a Água viva para os sedentos e a verdadeira Paz para os aflitos.
c) Jesus é o Salvador do mundo!
d) Uma coisa me preocupa muito: o fato de que cada crente prestará contas se e de como pregou o Evangelho aos perdidos. Isso me leva a crer que quem não prega o Evangelho pode estar indo para o inferno.
e) Ilustração: “A Conferência de Ratos”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 01)