Pular para o conteúdo principal

Indivíduos ameaçam queimar Igreja Protestante na Argélia

02 out 2012 Argélia
Protestos contra o filme anti-Islã “Inocência dos Muçulmanos” continuam a se espalhar. Ore pelo restabelecimento da paz nos países onde está concentrada a violência de origem muçulmana

Na mesma semana em que o embaixador dos EUA foi morto na Líbia, um grupo de quatro indivíduos ameaçou queimar a igreja de um pastor protestante, em Ouargla, na Argélia. A ameaça contra a congregação, localizada na capital da província de nome semelhante, veio como um protesto contra o filme anti-Islã "Inocência dos Muçulmanos”, de acordo com Mustapha Krim, presidente da Igreja Protestante da Argélia (EPA).

O pastor da igreja comentou ao porta-voz da EPA: "Quando estava chegando para o culto, encontrei um grupo de quatro jovens no muro delimitador da nossa igreja. Eles me impediram de abrir o portão. Um deles se aproximou de mim e falou acerca de um filme anti-Islã, que denegria a vida do profeta Maomé. Eles me ameaçaram, dizendo: 'abra o portão para nós para que possamos queimar sua igreja, ou então vamos queimá-lo'."

O pastor disse que conseguiu entrar na igreja e imediatamente chamou a polícia. Os quatro agressores fugiram de carro para um destino desconhecido. Tendo gravado a placa do veículo, o pastor registrou uma queixa na polícia contra essas pessoas. Isto permitiu à polícia identificar um dos agressores, dois dias depois.

De acordo com a EPA, a investigação está em curso para identificar os demais. Além disso, o presidente da EPA, Mustapha Krim, pediu aos muçulmanos que vivem na Argélia, "para não confundir os cristãos que respeitam outras crenças com as pessoas que têm intenções erradas, que nada têm a ver com os valores cristãos, como este cineasta que produziu o filme nos Estados Unidos”.

Histórico
Em fevereiro de 2012, essa mesma igreja foi alvo de vandalismo por atacantes desconhecidos. O edifício existe há várias décadas e é a única congregação reconhecida oficialmente como parte da Igreja Protestante da Argélia.

Ouargla é uma cidade situada a alguns quilômetros de Argel, capital da Argélia, e tem uma população de 195 mil habitantes. Muitos são de origem berbere (povos do Norte de África) e falam uma variedade de dialetos berberes.

Fonte: Portas Abertas Internacional
Tradução: Ana Luíza Vastag

Link: http://www.portasabertas.org.br/noticias/2012/10/1837885/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

Introdução:
O assunto do dízimo é um dos mais importantes na vida do cristão. A prática do dízimo é um tema controvertido nas igrejas evangélicas, tendo, de um lado, defensores apaixonados e, do outro, críticos ardorosos. Para alguns, é uma espécie de legalismo judaico preservado na igreja cristã. Para outros, trata-se de uma norma divina que tem valor permanente para o povo de Deus, na antiga e na nova dispensação. Os críticos do dízimo afirmam que sua obrigatoriedade é contrária ao espírito do evangelho, pois Cristo liberta as pessoas das imposições da lei. Os defensores alegam que essa posição é interesseira, porque permite às pessoas se eximirem da responsabilidade de sustentar generosamente a igreja e suas atividades. O grande desafio nessa área é encontrar o equilíbrio entre tais posições divergentes. O que está em jogo é uma questão mais ampla — o conceito da mordomia cristã, do uso que os cristãos fazem de seus recursos e bens. A Bíblia trata do dízimo em vários textos, isto é…

A ORAÇÃO É A CHAVE PARA A OBRA MISSIONÁRIA

“Quando o homem trabalha, o homem trabalha. Quando o homem ora, Deus trabalha.” Patrick Johnstone

INTRODUÇÃO
O mundo luta com armas químicas, biológicas, bombas atômicas e etc.. São armas consideradas de muito poder. No entanto, existe uma arma mais poderosa do que essas citadas: a oração do justo (Tg 5.16). Ela é mais potente do que os mísseis norte-americanos, pois nunca erra o alvo. A nossa arma é a oração. A oração nos orienta a tomar decisões importantes na obra missionária e em tudo na vida. Ela promove comunhão na igreja (At 2.42).
A oração é a marca distintiva da igreja missionária. A oração é um meio para enfrentar a perseguição. Em At 12.1 diz: “Por aquele tempo, mandou o rei Herodes prender alguns da igreja para os maltratar.” No versículo 5 diz que enquanto o apóstolo Pedro estava aguardando o seu martírio: “... havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele.” Toda igreja que faz missão passa por perseguição. Todavia, a perseguição não é capaz de acorre…

Ilustração Missionária: “A Missão de Uma Vela”