Meu nome está no Livro, eu posso entrar.

Antes de eu ir tenho que conversar com o administrador e pedir para marcar meu nome.

Quando chego lá, tem um monte de homens indígenas em frente do prédio da Funai, em Governador Valadares querendo entrar.

Perguntam se eu marquei com administrador, eu digo que sim, então eles (os demais índios) grudam em mim (CIC) para poder entrar.

Na portaria o guarda tem um livro, ele me pergunta:"Qual é o seu nome?"Eu digo:-Marquinhos Maxakali.

O guarda liga para a secretária dizendo que eu cheguei.Então abre o portão e grita o meu nome.

Não deixa mais ninguém entrar.Os outros ficam bravos e xingam,mas não adianta. O MEU NOME ESTÁ NO LIVRO, EU POSSO ENTRAR.

Antes de eu ir, ei liguei para que eles colocassem o meu nome e confiei que fizeram isso.

Eu não gastei dinheiro à toa, eles não mentiram, escreveram o meu nome e pude entrar.

Eu confio que Jesus morreu na cruz pelos meus pecados, ressuscitou e está no céu. Ele escreveu o meu nome no Livro da Vida e está lá.

Ninguém pode entrar no meu lugar, ninguém pode tirar o meu nome de lá.Um dia eu vou chegar lá no céu e vão gritar o meu nome.Eu vou ficar no céu com Jesus.

Marquinhos Maxakali

Ele tem sido uma benção no meio do povo e para equipe missionária ajudando a traduzir e a Palavra de Deus na língua e cultura maxakali.

Link: http://novastribosdobrasil.org.br/conteudo/item/36-meu-nome

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 01)