A Base Bíblica de Missões em João 3.16

O Deus Missionário enviou o seu único Filho para buscar e salvar o perdido:

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16).

No texto bíblico citado diz que Deus deu Jesus ao mundo. O verbo “dar” neste sentido, não é meramente uma determinada pessoa abrir a mão e oferecer alguma coisa a outrem. Antes, é dar ou ofertar uma dádiva preciosa para alguém que não merece, sem impor o recebimento de alguma coisa em troca ou barganha. Foi exatamente o que Deus fez: ofereceu o seu Filho amado para resgatar o homem que se havia se afastado completamente dEle. Para entender missões é preciso partir deste princípio: Deus deu o seu Filho e o próprio Filho se deu para salvação dos eleitos.

A verdade é que Deus Pai é Missionário, pois isto é demonstrado quando Ele enviou o Deus Filho para a missão de salvar e resgatar o perdido. Depois, Deus Pai e Deus Filho enviaram o Consolador, o Espírito Santo, para habitar dentro dos regenerados. Ou seja, missões está profundamente ligada com a Trindade. Ou melhor, missões origina-se e encerra-se no Deus Trino.

Portanto, se Deus Pai é Missionário, se Deus Filho é Missionário e se Deus Espírito Santo é Missionário, logo, você e eu também devemos ser missionários.

Nos laços do Calvário que nos une,
Luciano Paes Landim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 01)