Mais 07 Conselhos Importantes aos Pregadores


A pregação é o fundamental meio de graça. É a ocupação primordial da igreja. É a baliza essencial da verdadeira igreja. É o meio pelo qual o Reino de Deus é acessível ou fechado aos perdidos. A pregação não pode ser desprezada. A igreja cresce ou diminui por causa da pregação. Daí, a importância e o valor da pregação. A pregação deve ser feita para a glória de Deus, para a edificação da Igreja e para a salvação dos pecadores.

Pregar é anunciar a salvação de Deus em Jesus Cristo. Os métodos são diversos, e não podem ser limitados, contudo nunca se deve abrir mão da fidelidade às Escrituras.
Assim sendo, vejamos mais sete (07) conselhos importantes aos pregadores (para ver os outros doze 12 conselhos acessem o link: http://www.lucianopaeslandim.blogspot.com.br/2013/01/12-conselhos-importantes-aos-pregadores_7997.html):

1. Pregadores, sejam diretos em suas mensagens. Não se delonguem na explanação do sermão. Vão direto ao assunto do texto bíblico. Centralizem-se no ensino principal da passagem bíblica da pregação. Não rodeiem. Expliquem direta e logicamente o Texto Sagrado. Não floreiem nem enfeitem a Bíblia. Não acrescentem ou diminuam nada às Escrituras. Falem o que precisa ser dito com economia de palavras. As Escrituras são suficientes.

2. Pregadores, sejam espontâneos. Não imitem outros pregadores. Sejam vocês mesmos. Sejam naturais ao pregarem de tal forma que demonstre não estar fingindo. Preguem calorosa e fervorosamente. Assim, seus sermões serão desenvoltos e envolventes.

3. Pregadores, sejam exegéticos na abordagem. Cada palavra do texto bíblico tem de ser interpretada conforme o ambiente histórico específico, as línguas originais, as estruturas gramaticais e o contexto bíblico. Portanto, busquem o sentido original do texto básico do sermão e apresenta-o aos ouvintes.

4. Pregadores, apliquem o texto ao coração dos ouvintes. Além de explicarem aos ouvintes o sentido original da passagem bíblica, apliquem o texto à vida dos ouvintes. Lembrem-se, pregar não é só apresentar informações, mas também compartilhar visando a mudanças comportamentais. Portanto, pregadores, sejam práticos na apresentação do sermão sem serem pragmáticos. Convoquem o povo a se arrepender de seus maus caminhos.

5. Pregadores, sejam encorajadores enquanto estiverem pregando. Não preguem friamente, nem percam de vista o aspecto pastoral da pregação. Exortem amavelmente os ouvintes para que sigam a Palavra de Deus. Estimulem e encorajem as ovelhas a confiarem inteiramente em Deus. Chamem as pessoas a se auto-examinarem à medida que forem aplicando a verdade bíblica. Admoestem os ouvintes a abandonarem o pecado.

6. Pregadores, defendam a verdade. Todo sermão deve ser uma defesa apologética da fé. Portanto, defendam a verdade e confrontem as mentiras do Diabo.

7. Pregadores, preguem cheios de paixão. Tenham grande ardor em alcançar almas perdidas. Apresentem um apelo aos perdidos. Levem vidas a Cristo. Sejam verdadeiros evangelistas.

Que o Senhor da seara levante mais pregadores fiéis nesta última hora!

Nos laços do Calvário que nos une,
Luciano Paes Landim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 01)