Pular para o conteúdo principal

Breve relatório sobre nossa viagem ao Sertão Nordestino

16831982_10203056645812339_7437906259233571453_n

Instruindo acerca do significado do batismo.
Desafios:
Tivemos alguns desafios durante a viagem missionária ao sertão nordestino, dentre eles:
  1. A fundação da Base Missão SAEM Sertão em Marizópolis-PB, que atuará como agência missionária visando contribuir para a evangelização do Sertão Nordestino.
  2. Inauguração da Escola de Formação Missionária do Sertão em Marizópolis-PB, um projeto que visa proporcionar treinamento teórico e prático em missões no contexto sertanejo/nordestino. No primeiro módulo, ministramos cinco (05) aulas de Teologia Bíblica de Missões.
  3. Pregações nas cidades de Pilões e Riacho de Santana, ambas no Rio Grande do Norte. Na ocasião, também tivemos a oportunidade de pregar em um povoado de Riacho de Santana chamado “Tabuleiro do Padre”.
  4. Batismo na cidade de Pilões-RN.
  5. Visitação ao Pr. Gilliard Nunes e família, onde ficamos hospedados por três dias.
  6. Conhecimento de campo, para futuramente desenvolver projetos de evangelização, discipulado e plantação de igrejas.
16649358_10203056682813264_950516311572942621_n
Pr. Gilliard e eu antes de pregarmos no povoado “Tabuleiro do Padre” em Riacho de Santana-RN
Perspectivas:
  • Sobre a Base da Missão SAEM no Sertão, nossa expectativa é que o Deus Missionário nos use na proclamação do evangelho a fim de que muitos sertanejos sejam alcançados. Cremos que é apenas o início de uma grande obra missionária.
  • Escola de Formação Missionária do Sertão chega ao Sertão Nordestino com muita motivação. Os alunos creem que o curso de formação missiológica veio para ser um diferencial na região.
  • Estágio missionário. Firmamos uma parceria com o Pr. Gilliard Nunes (Pilões-RN) em que cooperará com a Base em Marizópolis com o intuito de oferecer estágio ou treinamento prático missionário a quem deseja ter experiências no contexto missionário sertanejo.
16729093_10203056647132372_2844102050413105800_n
Batismo.
Agradecimentos:
  • Aos intercessores. Agradecemos aos queridos irmãos que oraram para que essa viagem fosse realizada. Tudo aconteceu conforme a vontade de Deus.
  • Agradecemos aos irmãos que compraram ou ajudaram a vender nossos livros e livretos com o propósito de levantar recursos financeiros para a viagem, e também aqueles que ofertaram.
  • Agradecemos aqueles que nos deram palavras de apoio e ânimo. Vocês também tiveram grande importância nessa viagem missionária.
  • SAEM Sertão. Agradecemos a diretoria da SAEM Sertão (Victor, Frankle, Ricardo e Gilliard) pela recepção, hospitalidade e todo apoio nos proporcionado.
A nossa oração é para que o Deus Missionário nos use cada vez mais na proclamação do evangelho.
Vamos unir nossas forças em prol da evangelização do Sertão Nordestino!
Nos laços do Calvário que nos une,
Luciano Paes Landim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

Introdução:
O assunto do dízimo é um dos mais importantes na vida do cristão. A prática do dízimo é um tema controvertido nas igrejas evangélicas, tendo, de um lado, defensores apaixonados e, do outro, críticos ardorosos. Para alguns, é uma espécie de legalismo judaico preservado na igreja cristã. Para outros, trata-se de uma norma divina que tem valor permanente para o povo de Deus, na antiga e na nova dispensação. Os críticos do dízimo afirmam que sua obrigatoriedade é contrária ao espírito do evangelho, pois Cristo liberta as pessoas das imposições da lei. Os defensores alegam que essa posição é interesseira, porque permite às pessoas se eximirem da responsabilidade de sustentar generosamente a igreja e suas atividades. O grande desafio nessa área é encontrar o equilíbrio entre tais posições divergentes. O que está em jogo é uma questão mais ampla — o conceito da mordomia cristã, do uso que os cristãos fazem de seus recursos e bens. A Bíblia trata do dízimo em vários textos, isto é…

A ORAÇÃO É A CHAVE PARA A OBRA MISSIONÁRIA

“Quando o homem trabalha, o homem trabalha. Quando o homem ora, Deus trabalha.” Patrick Johnstone

INTRODUÇÃO
O mundo luta com armas químicas, biológicas, bombas atômicas e etc.. São armas consideradas de muito poder. No entanto, existe uma arma mais poderosa do que essas citadas: a oração do justo (Tg 5.16). Ela é mais potente do que os mísseis norte-americanos, pois nunca erra o alvo. A nossa arma é a oração. A oração nos orienta a tomar decisões importantes na obra missionária e em tudo na vida. Ela promove comunhão na igreja (At 2.42).
A oração é a marca distintiva da igreja missionária. A oração é um meio para enfrentar a perseguição. Em At 12.1 diz: “Por aquele tempo, mandou o rei Herodes prender alguns da igreja para os maltratar.” No versículo 5 diz que enquanto o apóstolo Pedro estava aguardando o seu martírio: “... havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele.” Toda igreja que faz missão passa por perseguição. Todavia, a perseguição não é capaz de acorre…

Ilustração Missionária: “A Missão de Uma Vela”