Uma igreja que busca a Deus em oração


“E perseveravam na doutrina... e nas orações.” (Atos 2.42)

INTRODUÇÃO:
1. Os irmãos morávios do século XVIII, da Bavária, na Europa Central, são um exemplo marcante de oração.
2. Eles iniciaram uma vigília de oração que durou mais de 100 anos!
3. Durante 28 anos enviaram mais missionários para Groelândia, América do Norte, Caribe, África e Ásia que todas as outras igrejas nos dois séculos depois da Reforma Protestante.
4. Os irmãos morávios eram fruto de oração e de total dependência de Deus.
5. Toda igreja tem de levar a sério a oração e a intercessão.
6. Toda igreja deve caminhar de joelhos para não tropeçar.

I. A ORAÇÃO ERA O SEGREDO ESPIRITUAL DA IGREJA PRIMITIVA:
1. A Igreja Primitiva não era uma igreja que possuía grandes e muitos recursos, porém, não negligenciava o poder da oração.
2. Não era retentora de bens materiais, mas sabia e desfrutava do poder da oração.
3. A igreja em Atos preocupava-se com a prática da oração.
4. Em At 1.12-14 nos fala que a primeira reunião da Igreja Primitiva foi uma reunião de oração: “Então, voltaram para Jerusalém, do monte chamado Olival, que dista daquela cidade tanto como a jornada de um sábado. {Jornada de um sábado: cerca de um quilômetro}. Quando ali entraram, subiram para o cenáculo onde se reuniam Pedro, João, Tiago, André, Filipe, Tomé, Bartolomeu, Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão, o Zelote, e Judas, filho de Tiago. Todos estes perseveravam unânimes em oração, com as mulheres, com Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos dele.”
5. Três lições importantes sobre oração em At 1.12-14:
a) Quem estava orando? Todos os membros da igreja, homens e mulheres, líderes e liderados.
b) Como eles oravam? Todos oravam de forma perseverante e unânime (At 2.46 e 4.24). Indica oração determinada e em comum acordo, pois a oração é o melhor meio de unir o povo de Deus.
c) Por que estavam orando? Eles oravam enquanto aguardavam o agir de Deus, o cumprimento da promessa do derramar do Espírito.

II. A ORAÇÃO PROMOVE COMUNHÃO NA IGREJA:
1. “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações” (At 2.42).

III. A ORAÇÃO É UM MEIO PARA ENFRENTAR A PERSEGUIÇÃO:
1. Em At 12.1 diz: “Por aquele tempo, mandou o rei Herodes prender alguns da igreja para os maltratar.”
2. No versículo 5 diz que enquanto o apóstolo Pedro estava aguardando o seu martírio: “... havia oração incessante a Deus por parte da igreja a favor dele.”

CONCLUSÃO:
1. O mundo luta com armas químicas, biológicas, bombas atômicas e etc.. São armas consideradas de muito poder.
2. No entanto, existe uma arma mais poderosa do que essas citadas - a oração do justo: “... Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo” (Tg 5.16).
3. Ela é mais potente do que os mísseis norte-americanos, pois nunca erra o alvo.
4. A nossa arma é a oração.
5. Devemos orar e clamar a Deus por avivamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

A ORAÇÃO É A CHAVE PARA A OBRA MISSIONÁRIA