Os Cinco Melhores Livros Que Li no 1º Semestre de 2015


Deixo aqui a lista dos cinco (05) melhores livros que li na primeira metade do ano de 2015:

01 - TRÊS TIPOS DE FILOSOFIA RELIGIOSA. Gordon Haddon Clark, 182 páginas, Editora Monergismo, 2013.
O livro é uma introdução ao estudo da filosofia da religião. Para o Dr. Clark, tanto o racionalismo como o empirismo são falácias. A verdade, segundo o autor, está naquilo que ele chama de "Escrituralismo" ou "Dogmática".  Resumindo a obra: devemos crer na Bíblia simplesmente porque ela é a Palavra de Deus.

02 - CRISTIANISMO BÁSICO. John Stott, 208 páginas, Editora Ultimato.
O autor mostra que Jesus foi uma pessoa histórica. Afirma com base nas Escrituras as duas naturezas do Redentor: Humana e divina. As duas naturezas são distintas e perfeitas. Stott diz que Jesus não somente deve ser admirado, mas adorado.

03 - O DISCIPULADO SEGUNDO JESUS. James Montgomery Boice, 240 páginas, Cultura Cristã, 2001.
O livro nos convoca a avaliarmos o significado, o caminho, o preço e as recompensas do verdadeiro discipulado. Altamente recomendável!

04 - AUTOESTIMA: UMA PERSPECTIVA BÍBLICA. Jay Adams, 160 páginas, ABCB, 2014.
Há uma diferença enorme entre autoestima e auto-renúncia. Adams contrasta a abordagem secular com a Bíblia. O autor convida o leitor a voltar-se inteiramente para as Escrituras Sagradas e estimula o cristão a avaliar o movimento da autoestima de acordo com a Palavra de Deus. Ou seja, em vez de encontrarem-se a si mesmos, os discípulos de Cristo devem negar-se a si mesmos.

05 - O DEUS PRÓDIGO: descubra a essência da fé cristã na parábola mais tocante de Jesus. Timothy Keller, 176 páginas, Thomas Nelson Brasil, 2010. 
O livro fala sobre esperança e salvação. Tim aborda a parábola a partir de, não somente do filho mais novo, mas também do filho mais velho e também do pai, que não são apenas coadjuvantes, mas protagonistas. O livro é surpreendente pelo fato do autor não centralizar o filho mais novo, mas também o filho mais velho. Ou seja, o livro mostra o caminho para se resgatar a essência do evangelho.

Nos laços do Calvário que nos une,
Luciano Paes Landim. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 01)