Muitos "missionários" deveriam estar estudando a Bíblia e não pregando


Quero expor aqui alguns pensamentos sobre a importância do conhecimento bíblico por parte do missionário:

1.       Muitos "missionários" deveriam estar estudando a Bíblia e não pregando.
2.       É inadmissível um “missionário” sem bagagem bíblica.
3.       Lamentavelmente, há muitos “missionários” analfabetos de Bíblia.
4.       O campo missionário não precisa sequer de neófitos e muito menos de crentes que não gostam de ler a Bíblia.
5.       Pesquisas afirmam que a principal causa do retorno antecipado do missionário do campo é a falta de preparo adequado.
6.       O missionário despreparado é como nuvens sem água impelidas pelos ventos; é como árvores em plena estação dos frutos, mas duplamente mortas e desarraigadas (Jd 12).
7.       É loucura total colocar no campo missionário pessoas destreinadas, mal treinadas ou sem chamado.
8.       O nosso problema é que quase não treinamos missionários, mas enviamos pessoas despreparadas ao campo.
9.       Se o preparo for fraco, os resultados também o serão.
10.   Não podemos nos esquecer que Jesus treinou os apóstolos.

Nos laços do calvário que nos une,

Luciano Paes Landim.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A IMPORTÂNCIA DA FIDELIDADE DOS DÍZIMOS E DAS OFERTAS

A ORAÇÃO É A CHAVE PARA A OBRA MISSIONÁRIA